Retrogeek Podcast #68 – Direto da #BGS10

CompatilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter

Essa semana gravamos nosso podcast direto da Brasil Game Show 2017 (BGS10) com participação da galera da Jogo Véio, WarpZone, Zona E e Super Game Bros. Descubra o que tinha de nostalgia no evento!

Participantes do episódio:
Caio Hansen, Sidão, JP Moraes, Eidy Tasaka, Lucas Rodrigues, Fabio Zonatto (Jogo Véio), David Vieira (WarpZone), Anderson Souza, Japa Furioso (Super Game Bros.) e Thiago de Almeida (Zona E).

Ajude o Retrogeek a chegar aos 16bits contribuindo em nosso Padrim!

Clique aqui e entre para nosso grupo no Telegram
Clique aqui e entre para nosso grupo no Facebook

 

Nosso Feedrss-cast
Nossa página no iTunesitunes-cast
Download do episódio em mp3

Fale Conosco:
Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e contato@retrogeek.com.br

Arte da vitrine e edição: Caio Hansen

 


Deixe seu comentário

  • Excelente podcast! No quesito atrações a BGS realmente foi muito boa para o público retrô.

  • TheExeduardO .

    Salve galera do Retrogeek, conheço a pouco mais de 2 semanas e já estou adorando o maravilhoso trabalho de vocês, parabéns pelo esforço de trazer a nostalgia dos universo gamer para dias atuais da maneira como vocês conseguem nos proporcionar. Excelente podcast e como queria estar na BGS quem sabe nos próximos anos.

  • Tiago Ramos Melo

    Pena que estou muito distante de SP pra falar e até conhecer vocês pessoalmente, mas pelo menos deu pra ver que tem coisa véia dentro do evento, parabéns pela pequena cobertura e pelo encontro que fizeram pra ver alguns ouvintes e amigões.

  • oi pessoal do retrogeek! sobre a BGS e aventura de vocês em SP, espero que tenham gostado tanto quanto eu tinha gostado. adorei ver o Caio e o pessoal do Jogo Véio e Warpzone. todos sempre divertidos e bacanas. uma pena que não deu pra ver o restante do pessoal mas ainda temos a CCXP pra compensar isso. no evento, não nego que fiquei “boiando” um pouco em algumas partes por ser muito desligado na parte de games mas isso não me tira do fato de ter curtido muito a BGS, especialmente na parte indie, onde tinha os jogos mais interessantes. (e também onde tinha menos pessoas hahaha) eu sei que é saturado falar dele mas dizer que o Cuphead, uma das grandes sensações do momento e do BGS, é um jogo com um ar nostálgico? fica minha dúvida. enfim, abração pra vocês e até a próxima! =D

    nota: que morte horrível sair do calor do RJ pra enfrentar um calor pior em SP. é uito azar. hahaha