Retrogeek Podcast #64 – Sailor Moon, Sakura Card Captors e Guerreiras Mágicas de Rayearth

CompatilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter

Nesse 3em1 relembramos a era de ouro dos animes no Brasil com três clássicos do gênero Mahõ Shõjo: Sailor Moon, Sakura Card Captors e Guerreiras Mágicas de Rayearth.

Participantes do episódio:
Caio Hansen, Sidão e JP Moraes.

 

Clique aqui e entre para nosso grupo no Telegram
Clique aqui e entre para nosso grupo no Facebook

 

Ajude o Retrogeek a chegar aos 16bits contribuindo em nosso Padrim!

 

Nosso Feedrss-cast
Nossa página no iTunesitunes-cast
Download do episódio em mp3

Fale Conosco:
Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e contato@retrogeek.com.br


Arte da vitrine e edição:
Caio Hansen


Um agradecimento aos nossos retropadrinhos:
Altamiro Francisco Rocha Junior
Caroline Rodrigues Serafim
Elieverson Santos
Lionel Novaes de Freitas
Jeferson de Oliveira Cardoso
Luiz Fernando Moreira de souza
Anderson da Rosa
Rafael Ramalli Da Silva
Diego Ferreira
Tiago Reis
Paulo Roberto da Silva Santos
Caio Vinícius Ney
Jonas Ferreira


 


Deixe seu comentário

  • Junior Xavier

    Olha ai!! Baixou o espirito Clamp no Retroggek.
    Confesso que fazia parte dos que assistia e não falava para ninguem
    Desses os que mais acompanhei foi o Sailor Moon, a musiquinha br grudenta viciava, tinha um enredo até decente e personagens secundarios legais.
    Guerreiras Mágicas de Rayearth foi o outro que acompanhei ate o final, curtia o lance de cada uma ter o seu elemento e depois ganhar uns mechas.
    Sakura Card Captors foi oque menos assisti, achava bem chata a historia e os personagens sem carisma.
    Da Clamp só passei a respeitar mais quando conheci o xxxHOLiC que é bem legal,bem dark, o
    Tsubasa RESERVoir CHRoNiCLE é o melhor, nem parece Clamp, bom traço,caprichado, historia e personagens bem desenvolvidos, são os que sempre recomendo.
    Abraços.

  • Tiago Ramos Melo

    Salve retroanimadores de magia em geral!!! Que episódio que eu, literalmente, matei a saudade desses 3 títulos que são uma verdadeira maravilha do mundo dos animes.

    Como acho que todos aqui começaram pela Sailor Moon, na época que assistia na Manchete, minha mãe olhar muito torto por causa por ser uma heroína mulher e principalmente o ambiente do anime ser mais do lado feminino. Mas tirando a barreira, sempre gostei de assitir as aventuras das guerreiras Sailors enfrentando os mais diversos (e bota diversos) adversários, tudo bem que aquela versão foi colado com as edições do mangá e mudar um pouco a história pro anime, tentei mesmo assistir o Crystal mas não me peguei com a estética do desenho, apesar de ficar mais fiel ao mangá, prefiro ter um monte de fillers no meio e o desenho nos bons anos 90, até agora consegui ver a primeira temporada e o R (que assisti de relance se não me engano na Record), mas agora voltei a terminar com o Super e agora começando o Super S.

    As Guerreiras Mágias de Rayearth foi uma história bem bolada e claro com o selo CLAMP de qualidade, o maior problema era o horário que foi exibido, tive que ficar acordado e atento no Bom Dia & Cia. A mistura de Mechas (esse aqui que digita ser um fã do gênero) magia e RPG foi algo interessante na época principalmente até na época com o boom de Gundam, Patlabor e Evangelion (todo mundo queria ter seu anime de mechas na época, apesar que Eva não seria um mecha (??? ou será que não???)). Uma história bem tratada e que como vocês falaram, com um final que todo mundo ficou de queixo caído pela reviravolta da drama.

    Sakura Card Captors não vi completo na época, como estudava de manhã eu não tive como ver, até que ele fosse pro horário de sábado da TV Globinho ou ficar zapeando na tv a cabo, que consegui ver por completo no Boomerang. Adorava a Tomoyo dando uma de produtora e ficar (até demais) envolver a Sakura com seus vestidos e fazendo a aventura da card captor num verdadeiro desfile noturno e buscando as cartas pela cidade, sorte que era somente pela região dela, imagine as cartas indo pra longe alá esferas do dragão, seria capaz a Sakura fazer um Arrround the World em busca dessas cartas (crianças de 11 anos saindo de casa cedo e ir pro mundo…..pokémon fazendo escola não acham?)

    Bem, no mais, é isso, devo parabenizar pelo episódio e por causa disso acho que por pura intimação eu voltar a assitir elas para matar a saudade e relembrar as boas aventuras e mostrar que o lado feminino nos animes não é frágil e sim é de pura bravura e determinação. Até a próxima e vamos em busca da nostalgia perfeita. #LionelHoooo!!!

    Playstation 1 com inserção de códgio no Game Shark: Será que, futuramente, teremos mais um 3 em 1 desse estilo, mas agora com Super Pig, Corretcor Yui e mais um a escolha dos ouvintes ?????

  • Adilson Cts

    Olá amigos! Como vai a correria com as mudanças?
    O cast me fez querer confirmar o trabalho da dubladora Marli Bortoletto e fiquei surpreso ao descobrir que, além de ter dublado a Serena e a Sakura (2° filme e Especial Kero), ela também dublou a Mônica, Angelica em Os Anjinhos, Arwen em O Senhor dos Anéis, Hilda de Polaris em Cavaleiros do Zodíaco, Josie e Liza em O Mundo de Beakman e… Emanuele. Sabia que essa voz era familiar…
    A Chata da Meiling Li é uma personagem que existe apenas no anime. Ela é tipo uma encarnação dos fillers: sua presença na historia irrita muito e não acrescenta praticamente nada de relevante. Eu mesmo reli o mangá uma vez e nem tinha notado a falta dela… Não fazia ideia que existiam esses OVAs da Sakura. Estava revendo o anime com minha esposa e minha filha e parei já faz um tempo, mas agora tenho um bom motivo para continuar.
    Quero agradecer muito pelo resumo da história de Rayearth. Eu li o mangá há mais de 15 anos (caralho, é foda ver como tô velho!) e tinha apenas alguns flashes de lembranças dele. Enquanto ouvia o cast, fiquei paralisado, atento ao resumo, sem acreditar que uma história tão boa tinha desaparecido completamente da minha memória… Quero revive-la, mas não pretendo assistir o anime, pois geralmente prefiro ler mangás. E pensar que dei a coleção completa quando li ele em 2002…
    Continuem com o ótimo trabalho.

  • Oi retrogeeks! Parabéns por mais um cast excelente e sobre um dos gêneros de anime que mais curto, o Shojo. Assisti bem pouquinho de Sailor Moon e do pouco que tinha visto, eu lembro de ter curtido um pouco, como as maravilhosas cenas de transformação das sailors. Não tenho coragem de ver o anime de cabo a rabo por medo de me decepcionar. (Beijos Cavaleiros do Zodíaco) De Sakura Card Captors, eu tentei rever ela toda depois de adulto. Não consegui terminar porque decidi priorizar minha curta maratona de Excel Saga (aliás, um dos meus animes preferidos. Muito maluco por sinal haha) e até hoje não voltei. Mas do pouquinho que tinha revisto, eu achava tudo tão bobinho que me encantei com tudo. Amo a Sakura, o Kero, a Tomoyo (claramente apaixonada pela Sakura) e claro, da primeira abertura que é maravilhosa e canto até hoje… só não gostava muito do Shaoran e do Yukito por achá-los bem irritantes. E falando de Sakura, uma sugestão de tema seria um cast sobre a CLAMP. Curioso pra saber do que acham de xXx Holic =3 Por enquanto é isso pessoal. Abraços pra todos vocês e até mais!

    Nota: Toda vez que vejo uma foto do Caio com a Thamiris fico que nem a Sakura com o Yukito: todo derretido. É muita fofura envolvida. Vontade de beijar os dois. #retropiriguete HAHAHA

  • Lionel Novaes de Freitas

    Saudações viúvos da Manchete. Putz, eu nunca tive problema em admitir que via Rayearth, e acho que deve ser irado até hoje. Já Sailor Moon eu via e curtia em absoluto sigilo mesmo.
    Me lembro que eu acordava cedo pra ver as Guerreiras Mágicas nas manhãs do SBT, se não me engano, passava depois dos Bananas de Pijama, e ouso admitir que até deixei de comparecer a alguns jogos de futebol na quadra do bairro, pra ficar vendo, sobretudo na segunda fase, onde as meninas despertam os seus Gênios irados….nunca precisei dar satisfação de ter deixado de ir jogar pra ver as Guerreiras Mágicas, mas acho que seria complexo tentar explicar caso alguém me botasse na parede rsrs.
    Reflexo de nossa sociedade machista? Pelo menos minha mãe nunca achou ruim rsrs
    Já Sakura, infelizmente não vi, apesar da minha esposa ter gostado muito e até hoje fala do anime. Aproveitei e dei um jeito de conseguir rever os episódios com o guru Cleff. Hoooo

  • cassio carlos silvino da silva

    Excelente cast, assisti todos esses animes, parabéns galera do retrogeek, só uma dúvida, A cantora da abertura de sakura card captors é a mesma de cavalo de fogo? rsrs

    abraços!!!!

  • Strider_Tag

    (Comentando aos 45 do segundo tempo, pois só ouvi inteiro há pouco)
    Saudações Retrogeeks!
    * Sailor Moon fez sucesso no Brasil, na época da Manchete (apesar de terem só passado a 1a fase na época, e acho que nem completaram ela) por causa da alta demanda por animes durante a ERA DE PRATA dos animes no Brasil, que começou com CDZ. Por sinal, muita gente deve saber, mas elas são chamadas de “sailors” por causa do uniforme escolar feminino do Japão, o “sailor fuku” (que lembra um uniforme de marinheiro). Esse visual foi popular também pela Sakura, de Street Fighter.
    E eu sempre ficava “intrigado” durante a transformação das sailors pois elas ficavam transparentes e “sem roupa”…
    *Sobre Rayearth, eu também sentia vergonha alheia quando aparecia aquele trio de garotas, mas até que eu curto essa abertura ANOS 90 LIFESTYLE (*TUNTS TUNTS TUNTS *). Por sinal, isso ajudou a popularizar as aberturas cantadas em português (que depois viraram uma febre), quando até lá fomos criados com as aberturas cortadas na Globo e as versões originais no SBT. Em compensação, assisti bem pouco o anime por causa do horário. Ah, e sobre o lance da personagem lá interagir “intimamente” com seu lado sombrio, NUNCA ESQUECER de Shurato e Gai, lá pro final de Shurato, lutando “pelados” contra a Shiva (claro, eram os espíritos deles).
    * Pra finalizar, sobre Sakura Card Captors, eu assisti muito pouco, mas ouvindo a voz do Kerberos, pensei que fosse o Wendell Bezerra tendo seus primórdios de Bob Esponja. E sobre a versão “remontada” nos EUA, só posso dizer uma coisa: Robotech FEELINGS.

    EDIT: quando mencionaram a “Alien international”, logo pensei em Dragon Ball e sua 1a abertura (do SBT), que eu sempre achei melhor que a original, talvez por eu ter ouvido essa versão “mais empolgante” primeiro.

  • Eu acompanhei todos os três um mais do os outros, mas confesso que o que mais tenho lembranças, ou melhor flashs, são das Guerreiras Magicas de Rayearth, que inclusive estão na minha lista pra rever e ainda to devendo. Foi um ótimo cast, parabéns, foi muito bom relembrar desses animes, aquele forte abraço ^^

  • #Retropiriguete fez muito sentido pra mim, hahaha