Retrogeek Podcast #51 – Kid Chameleon, Comix Zone e Garfield: Caught in the Act

CompatilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter

Nesse 3em1 tiramos nosso Mega Drive do armário pra falar de 3 jogos do console que nos levavam para outros mundos: Kid Chamelon pro mundo dos games, Comix Zone pro mundo dos quadrinhos e Garfield: Caught in the Act pra dentro da TV!

Participantes do episódio:
Caio Hansen, Sidão e JP Moraes.

 

Clique aqui e entre para nosso grupo no Telegram
Clique aqui e entre para nosso grupo no Facebook

 

Ajude o Retrogeek a chegar aos 16bits contribuindo em nosso Padrim!

 

Nosso Feedrss-cast
Nossa página no iTunesitunes-cast
Download do episódio em mp3

Fale Conosco:
Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e contato@retrogeek.com.br


Arte da vitrine e edição:
Caio Hansen


Um agradecimento aos nossos retropadrinhos:
Altamiro Francisco Rocha Junior
Caroline Rodrigues Serafim
Lionel Novaes de Freitas
Jeferson de Oliveira Cardoso
Luiz Fernando Moreira de souza
Anderson da Rosa
Rafael Ramalli Da Silva
Tiago Reis
Paulo Roberto da Silva Santos
Caio Vinícius Ney
Jonas Ferreira


 


Deixe seu comentário

  • Edson Amaru

    Semente do mal ????

    Não cara, pera ai já quero a errata da leitura do meu e-mail pelo amor de Deus.

    kkkkkkkkkkkkkk https://uploads.disquscdn.com/images/4a0c17836e73c38bd26ac0a430c1179907acefc04c1f12307e003e18424cebca.jpg

  • Caramba, que mancada nossa. Vamos corrigir no próximo. Foi mal 🙁

  • Edson Amaru

  • Diego Ferreira

    Excelente cast, comix zone pra mim e fácil top 10 melhores jogos do mega, tem um vídeo conceito chamada Joe Pencil Trapped in comix zone, que deu origem ao jogo, ainda bem que foi muito polido https://www.youtube.com/watch?v=El55LRmqSOE
    Kid Chamelon eu nunca vi nas locadoras onde moro so fui conhecer pelos emuladores, esse jogo do Garfield eu ja tinha visto em revistas mas também nunca joguei vou pegar pra jogar.
    Excelente cast como sempre

    Abraços

  • O tio Kurumada ta ativamente envolvido em todas as obras, ele tem um controle absurdo sobre elas. Eu acredito que ele usa os spin-offs como campo de teste e posteriormente usa aquilo que deu certo ou modifica o que ele não gostou, mas ate ele vim a publico, tecnicamente pra facilitar o entendimento da obra temos que usar a linha principal como canônica e só ela.

    No manga quem entrega a armadura ao Seiya é o Saga se passando por grande mestre depois de ter matado o Shion. Já no anime quem entrega é o próprio Shion e o Saga mata o Arles e se passa por ele, posteriormente com a morte do Shion Saga assume como grande mestre.

    Não sabemos porque a Trolei mudou a estória. E oficialmente não há informações sobre a Patente do Arles. O que é dito na Taizen é que o Cavaleiro de Prata de Altar atua como braço direito do grande mestre, então apenas deduzimos que Arles era o cavaleiro de altar, mas essa hipótese não é oficial.

    No manga a Armadura de Fênix não recebe sangue de ninguém a Trolei que cagou de novo o anime. E no manga o próprio Shaka diz que isso não é necessário já que a armadura pode retornar das cinzas e que como homenagem ao sacrifício de Ikki iria dar o seu próprio sangue pra concerta a armadura de Shun.

    Acho estranho pensar que Camus e Dohko tenha treinado Hyoga e Shiryu como sucessores, já que Camus estava no auge da juventude e Dohko iria voltar a ser jovem quando o Selo que prendia Hades fosse quebrado. Eles vão se tornar sucessores por necessidade e não porque foram treinados para serem sucessores assim como o próprio Dohko e Shion se tornaram cavaleiros de ouro por causa da guerra contra Hades.

    Bem é isso, aquele abraço.

  • Lionel Novaes de Freitas

    Fala ai adoradores de um bom console da Sega. Pois é, eu infelizmente não tive um Mega Drive e por isso não joguei essas pérolas apresentadas aqui, porém o Comix Zone sempre me chamou a atenção. Acho que a hora de jogar é agora, com férias chegando e eu com um OUYA cheio de emuladores encostado em casa, vou conhecer esses 3 games heim.
    Valeu Retrogeeks, por mais esse guia de coisa boa para a quem não conhece, enfim conhecer.
    Hoooooooooooo

  • Fernando Ribeiro

    Nenhuma razão especial pra ter começado aquele outro comentário com “fala tigrada!”, é só uma expressão comum pra um grupo de pessoas. Não imaginei que daria tanto burburinho hehe….
    Então, após ter feito aquele outro comentário, dei uma pesquisada sobre o assunto, e eu estava errado, mesmo após – glup – 12 anos, o mistério da entrega da armadura ao Seiya continua me atormentando. Mas me deem um desconto, eu falava apenas de memória, e ao que tudo indica esta me traiu. Pesquisando sobre o assunto, pelo que li, o Saga mata o Ares e toma seu lugar, espera o mestre morrer(ou o mata, não tenho certeza), que demora 13 anos, para então ser seu sucessor. Sendo assim, foi realmente o antigo mestre a entregar a armadura ao Seiya. Porém, isso cria outra situação bizarra, que é o fato do antigo mestre(Shion, né?) ter passado 13 fucking anos sem perceber que Ares era um farsante, e não o seu irmão; e sem ver ou ao menos sentir a presença de Athena, acreditando que ela estava segura e reclusa apenas pq Ares assim dizia. É de cair o cu da bunda!
    Enfim, muito confusa essa história.
    Falando deste episódio, desses três jogos só joguei o Comix Zone. Sempre achei tosca a explicação pro Sketch ir parar dentro da hq, porque estava acontecendo uma tempestade de raios. Não seria mais simples se o material que ele estava usando fosse mágico, tipo o lápis ou o papel?
    O jogo possui identidade própria, sendo que não há nada parecido no Mega Drive. É muito interessante ver o vilão desenhando inimigos na tela; queimando páginas da hq, ver o Sketch pular de página em página, ver esboços de páginas ainda em preto e branco, dentre outras brincadeiras feitas com a temática hq do jogo. O combate em si é excelente, longe de ser um button masher, sendo que o jogador deve alternar golpes baixos, médios e altos pra conseguir atingir os inimigos. E os segredos que são bem legais, boa parte envolvendo a ratazana Roadkill. Lembro que o Roadkill pode rasgar páginas pra abrir atalhos, e aquelas mulheres que normalmente são bem complicadas de vencer, basta elas encostarem no Roadkill pra pularem pra fora da hq de medo. O maior defeito do jogo é ser bastante curto, são 6 fases se não me engano, de resto, é um excelente jogo, certamente um dos melhores do mega.
    Então é isso retrogeeks, abraços, e continuem com o bom trabalho.

  • Opa Fernando. Não tem problema não. A gente levou numa boa. Só ficamos curiosos mesmo. Seu comentário foi bem maneiro, levantou uma dúvida que muita gente tinha. Continue aqui com a gente e pode continuar nos chamando de tigrada, foi engraçado 🙂

  • Caio Hansen

    Fala Fernando. Não achamos ruim o apelido não, só achamos engraçado e ficamos tentando entender a origem dele. Seu comentário foi bem bacana e trouxe uma duvida que muita gente tinha. Vlw mesmo. Por favor, continue aqui conosco e não tem problema usar o tigrada. 🙂

  • Fernando Ribeiro

    Beleza brother. Tmj.

  • Junior Xavier

    Baita cast, tinha o cartucho do comix zone e passava muita raiva com ele, nunca tinha virado, até que um dia uma revista publicou dicas para god mode e finalmente virei.
    Game do garfield abri uma vez só e não curti. O kid pegava na locadora e era muito gigante para acabar num fim de semana.
    Abraços.