Retrogeek Podcast #50 – Os Cavaleiros do Zodíaco

CompatilheShare on Facebook10Tweet about this on Twitter

Finalmente chegamos ao tão esperado episódio 50, onde prometemos falar de uma das animações japonesas mais importantes para o Brasil, Os Cavaleiros do Zodíaco. Descubra nesse episódio como era o temperamento do Masami Kurumada, seu criados. Quais sagas e spinOffs fizeram parte da séries e mais algumas curiosidades!

 Participantes do episódio:
Caio Hansen, Sidão e JP Moraes

 

 

Ajude o Retrogeek a chegar aos 16bits contribuindo em nosso Padrim!

Clique aqui e entre para nosso grupo no Telegram
Clique aqui e entre para nosso grupo no Facebook

 

Ouça também:
Retrogeek Podcast #35 – A História dos Animes no Brasil
Retrogeek Podcast #23 – Star Wars e a Revolução na Cultura Pop
Retrogeek Podcast #02 – Rede Manchete

 

Nosso Feedrss-cast
Nossa página no iTunesitunes-cast
Download do episódio em mp3

Fale Conosco:
Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e contato@retrogeek.com.br

Arte da vitrine: Caio Hansen
Edição: JP Moraes

 

Um agradecimento aos nossos retropadrinhos:
Altamiro Francisco Rocha Junior
Caroline Rodrigues Serafim
Lionel Novaes de Freitas
Jeferson de Oliveira Cardoso
Luiz Fernando Moreira de souza
Anderson da Rosa
Rafael Ramalli Da Silva
Edmarcos Souza
Tiago Reis
Paulo Roberto da Silva Santos
Caio Vinícius Ney
Jonas Ferreira


 


Deixe seu comentário

  • Lionel Novaes de Freitas

    Fala defensores de Athena que tem a sabedoria e vontade do querer. Que episódio meus amigos. Valeu a pena esperar pelo cast cabalistico de número 50 heim. Os guerreiros de Athena formou caráter de uma geração inteira e nos ensinou a lutar pela amizade e por nossos ideais. Não tenho nem o que apontar, acho que o cast foi excelente sem tirar nem por e abrangeu tudo o que vimos em mais de vinte anos de história com esse anime no Brasil. São tantas lembranças e emoções que só me resta ficar aqui, reavivando estas memorias hehe. Pra fechar, não tenho coragem de rever os episodios e correr o risco de achar defeitos, mas ainda cruzo escondido os dedos para que a Toei faça um remake da série clássica com o visual moderno de hoje ( algumas cenas clássicas foram refeitas para um jogo de Pachinko exclusivo do Japão que valem a conferida no Youtube) e afirmo que essas cenas remakes foram a melhor coisa junto de Lost Canvas que tentaram fazer recentemente, já que eu não me contentei com a saga Soul of Gold (achei péssima na verdade, descaracterizando demais os cavaleiros de ouro) e se falar do filme CGI perto de mim eu parto para a agressão e dou flechada de ouro no peito mesmo. Partiu subir a escadaria das 12 casas, hooooooooooo

  • Raphael Rosati

    Demais o episódio 50, foi uma aula de cavaleiros do zodíaco, eu até tive alguns números do mangá mas assisti mesmo a saga do santuário como qualquer adolescente dos anos 90, por isso não sabia direito o que era filler e o que não era.
    Deu até um quentinho no coração.
    Abraços

  • Wagner Silva

    fala pessoal….quero tirar algumas dividas com vcs
    1) pq na 1fase…O cavaleiro Docatres..fugiu da policia….sem sentido isso
    2)nos quadrinhos..existe esta divida que a Marin é irma do Seiya? no desenho era difícil esta teoria…
    3)Acabou cdz Omega? parei no 17.ep… mas se finalizaram a historia..vou terminar.
    4) Para ser um cavlaeiro de ouro…precisa começar bronze,prata e outro?? pq o hyoga e shyriu foram treinados por cavaleiros de ouro..seriam seus substitutos…ou nao?

    valeuuuu!!!!!!!

  • Bem, vou tentar te responder de acordo com o que eu sei

    R1: Docatres fugiu da policia provavelmente porque a ordem dos cavaleiros é algo secreto e não deveria ser revelada, por isso também que o santuário queria castigar os cavaleiros de bronze por estarem se expondo ao mundo. Isso é o que entendi pois nunca foi explicado porque ele fugiu.

    R2: No manga é dito que a Marin estava a procura de um irmão e como o Seiya também estava procurando a sua irmã e por isso foi criado um boato sobre eles serem irmãos, no anime quiseram sustentar isso de forma bem forçada.

    R3: Ômega já acabou, foram duas temporadas totalizando 97 episódios, a primeira temporada já foi dublada e a segunda esta sendo terminada.

    R4: Não existe mudança de patenta dentro da ordem dos cavaleiros, salvo 2 exceções, os cavaleiros de ouro treinam diretamente para a patente e não passam pelas outras.

    R5: Não há nenhum motivo especial para Hyoga e Shiryu terem sidos treinados por cavaleiros de ouro e não eles não foram treinados para serem substitutos.

  • Primeiramente: Shun de Andrômeda é um homão da porra <3

    E finalmente chegou a hora de elevar o cosmo e gritar Saoooooooooooriiiiii…

    Eu sou um grande fã da franquia, apaixonado por esse imenso universo criado pelo Tio Kurumada, o episódio foi bem bacana, parabéns pelo programa. De todos os personagens da franquia quem esta no topo é o Shun, ele é quem mais curto, Shun de Virgem então nem sei fala, haha

    No quesito jogos acredito que o melhor de longe é o Saint Seiya Paradise, RPGzin super gostoso de jogar, super divertido mesclando várias coisas do anime e do manga. Atualmente to viciado no Zodiac Brave para android, ele tem gráficos ótimos, baseados no Bravos Soldados de PS3 se não estou enganado.

    Já dos animes e mangas, ainda acho difícil escolher o que mais gosto, mas posso dizer que pra mim os mangas são bem superiores aos animes. Agora o pior de todos sem dúvidas é o Soul of Gold, não tem como engolir isso.

    E vamos encarnar o fã chato, eu senti falta de aprofundamento maior sobre os personagens, mas eu entendo que pela quantidade de informação o episódio ia ficar gigantesco.

    Algumas correções:

    *Episódio G não é Canônico e sim um Spin-off
    *Gigantomachia é a batalha contra os Gigas e não contra os Titãs
    *No anime Thanatos diz ao Seiya que a Seika esta no santuário e mostra ela para ele
    *Se não estou enganado o termo Kamui é usado apenas para as armaduras dos deuses, as dos bronzeados/dourados são armaduras divinas
    *Outras coisas não apareceram no anime, como algumas batalhas, algumas explicações importantes. Peidos e espirros também foram retirados.

    Existem duas obras que vocês não citaram:

    Golden Age: É um novel (assim como Gigantomachia) que narra a batalha que aconteceu entre Atena e a Deusa Astreia que aconteceu entre o fim da Saga de Poseidon e o inicio da Saga de Hades. Infelizmente ainda não existem traduções da obra.

    Episódio G – Assassin: Shura de Capricórnio recebe uma missão secreta do Oraculo de Atena, porém é considerado um traidor e caçado por Aiolia de Leão. Shura acaba enfrentando alguns assassinos e alguns portadores de espadas sagradas assim como a sua Excalibur e durante essas batalhas tanto Shura quanto Aioria acabam parando em um futuro estranho.

    Bem é isso, aquele abraço e que venham mais 50 episódios ^^

    Bônus: Atualmente Shiori Teshirogi, autora de The Lost Canvas, esta desenhando um manga pra DC sobre a Liga da Justiça.

  • Fernando Ribeiro

    Fala tigrada!
    Eis um anime que eu acompanhei bastante quando pré-adolescente, ao ficar mais velho perdi bastante o interesse. Se passasse na tv aberta talvez eu até animava assistir de novo, mas não tenho paciência pra baixa-lo e assisti-lo.
    Fiquei torcendo pra vcs comentarem sobre o Docrates quando estavam falando sobre os fillers, infelizmente vcs não o fizeram 🙁 . Sempre achei que o Docrates foi o primeiro vilão realmente forte, um vilão que, a principio, é absolutamente imbatível. É interessante ficar imaginando como os cavaleiros vão derrotar um inimigo N vezes mais poderoso que eles. Depois disso vem outros inimigos que a principio parecem imbatíveis, tais como o Misty de lagarto e o Shaka de virgem.
    Também queria que vcs tivessem comentado a cena mitica do Seiya tocando violão(!).
    Uma dúvida que me incomodou por muitos anos é: pq é dito que o mestre Ares matou o antigo mestre quando a Athena/Saori era bebê, sendo que é o antigo mestre quem presenteia o Seiya com a armadura de pegasus? Talvez tivesse sido o próprio mestre Ares quem tenha dado a armadura ao Seiya, se vc imaginar que ele está usando uma mascara amarela ao invés de vermelha, mas até a voz dele é outra que não a do Ares. Portanto, não tinha como o antigo mestre ter dado a armadura ao Seiya. Como já dito, fiquei com essa dúvida na cabeça por anos antes de ter acesso a internet, nesse meio tempo criei todo tipo de teoria, a única teoria que eu não pensei foi a mais óbvia de todas: isso nada mais é que um erraço de continuidade! Deveria ter sido o Ares a entregar a armadura ao Seiya, pois o antigo mestre já estava morto.
    Outro erro bizarro que eu lembro é que a armadura de fênix morre, acho que é ao término da saga de Asgard, e precisa do sangue de um cavaleiro de ouro pra ser revivida, sendo que o anime já tinha dito e mostrado inumeras vezes que a armadura de fênix é imortal, sendo que ela já virou pó mais de uma vez e se reconstruiu, ficando completamente sem lógica esse lance dela ter morrido.
    No mais, gostei do podcast, especialmente das informações do mangá que eu não sabia, como os upgrades das armaduras, eu até já sabia que no mangá elas são diferentes do anime, mas não sabia que elas mudam de formato várias vezes.
    Então é isso, vlw, abraços.

  • Carlos Nani

    Cara, definitivamente você tem os melhores comentários. rsrsrs.
    Também tive o azar de ver o cavaleiros em CGI, e realmente aquela adaptação da saga das doze casas é uma das coisas mais horrível que eu vi.

  • Carlos Nani

    Cavaleiro marcou o final de a minha infância, tanto que eu só acompanhei as doze casas e logo depois deixei de lado, já que não tive tanto interesse assim, mesmo vendo uma coisa ou outra. No mês passado, acabei assistindo uma parte da adaptação das 12 casas para um filme em CGI, e cara, que merda foi aquela? Não sei se a ideia era conquistar um novo público, tentar deixar mais moderno ou algo assim, só sei que simplesmente não deu certo e ficou infantil demais. Parabéns pelo número 50, espero que chegue a 500 e a 1000 !!!! Só uma coisa, senti falta do Sidão cantando, que diga-se de passagem, o melhor cantor do Retrogeek, bem que ele podia cantar um pedacinho da abertura clássica do Cavaleiros aqui no Brasil. rsrs

  • Edson Amaru

    Como anime, mesmo novinho, eu curtia muitos mais, Shurato e Samurai Warriors do que CDZ.

  • Saudações Quadrinísticas, pessoal

    Cara, que episódio ducacete! (aliás, como sempre) Parabéns, pessoal!

    Bom, antes de passar para CdZ na minha vida, eu gostaria só de dar uma curiosidade técnica sobre o que vcs falaram em relação ao Kurumada ter um ‘elenco de atores e atrizes’ para interpretar suas histórias; Nos Estados Unidos, o artista Howard Chaykin utilizou do mesmo recurso, em obras como American Flagg, O Sombra e Black Kiss.

    Eu tenho uma relação bem afetuosa com os Cavaleiros, pois foi graças ao desenho que enveredei pelo mundo das HQs, dos Animes, RPGs e por aí vai. Eu fui fazer um curso de desenho no SENAC da Figueira, em Duque de Caxias (hoje extinto), e fui querendo desenhar o mesmo traço do que via na TV Manchete. Ironicamente, eu não conseguia reproduzir o estilo e acabei indo para desenho artístico e de retratos e, depois, quadrinhos. Nesse curso (que durou nove meses) conheci pessoas que até hoje são minhas amigas e parte da minha família (da mesma forma que o anime, onde os cavaleiros de bronze formam laços fraternos). Com essas pessoas, aprendi a jogar RPG, em uma aventura onde nós eramos os cavaleiros de bronze. E me lembro que o sistema que me iniciou no RPG foi o GURPs, que era ‘mais real que a realidade’.

    Com a popularização do anime, vieram nas esteira as revistas falando sobre esse e outros animes, e começamos a ter os eventos temáticos por todo o Brasil. Me lembro de frequentar alguns e conhecer gente bacana, outras nem tanto, mas era legar, naquele momento, ter algum tipo de tribo para fazer parte.

    E também foi graças a CdZ, que eu conheci minha primeira namorada, pois foi comprando uma dessas revistas que vi o endereço dela, querendo se corresponder com outros fãs da série e afins. Fui pessoalmente na casa dela, que era em um bairro perto do meu (hoje, olhando para trás, vejo o quão sem noção essa postura minha foi rs), viramos amigos, e começamos a namorar depois de algum tempo.

    Ouvir esse episódio foi extremamente tocante para mim, pois me trouxe uma série de lembranças muito gostosas, pessoal.

    E fico mais feliz ainda por ser o episódio 50, o que prova que vcs estão fazendo as coisas de forma muito acertada. O podcast de vcs já está entre os meus favoritos e sempre apresento ele para as pessoas e sempre que sai um episódio novo, posto nos grupos de facebook das minhas turmas. Desejo que venham mais 50, 100, 200 e por aí e fico feliz em ser ouvintes de vcs, de poder conversar com vcs no Telegram ou pelas redes sociais da vida (JP, depois da prova do mestrado, vamos retomar o projeto retroemulador boladão, xará rs) e de considerar vcs meus amigos.

    Felicidades pessoal!

  • Wellington Calegario Tavares

    Fala retrocavaleiros, depois de muito tempo sem comentar aqui, me vi na obrigação moral de comentar sobre cavaleiros do zodíaco.

    Me lembro que o final da tarde/início da noite era sagrado pra molecada da época, tu passava na rua e quase não via criança nesse horário, pois todos estavam em casa assistindo cdz e “aprendendo os golpes” pra brincar de cavaleiros na rua assim que o episódio acabava.

    É claro que a disputa era pra saber quem “seria” o Seiya na hora das lutinhas.

    Confesso que meu favorito sempre foi o Ikki, talvez por me identificar um pouco com ele (irmão mais velho que vivia “salvando” o irmão mais novo das brigas), afinal meu irmão arrumava confusão pra cacete e eu acabava tendo que entrar no meio pra tirar ele das enrascadas.

    Que época meus amigos, que época !!!

    Fico feliz que vcs tenham atingido a marca de 50 episódios, e que venham muito mais comemorações de episódios pela frente.

    O Retrogeek foi o primeiro Podcast que eu comecei a ouvir, fui apresentado ao mundo “podcasteiro” pelo Caio e de lá pra cá essa é uma mídia que passei a consumir bastante.

    No mais, parabéns por mais um episódio foda e aguardo em breve o episódio sobre YuYu Hakusho (que divide meu coração com cdz).

    Abraço a todos e Hooo….. Não pera !!!

    que o Lion-o (e o Lionel tb) me desculpem, mas vou trocar o Hoooo… por SaooooooooooooooRiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii !!!!!!!

  • Verdade. A única explicação plausível é de que foi o Saga “do bem” que entregou a armadura pro Seiya.

  • Edson Amaru

    Semente do mal ????

    Não cara, pera ai já quero a errata da leitura do meu e-mail.

    kkkkkkkkkkkkkk

    https://uploads.disquscdn.com/images/4a0c17836e73c38bd26ac0a430c1179907acefc04c1f12307e003e18424cebca.jpg