Retrogeek Podcast #20 – Fatal Fury, Art of Fighting e Samurai Shodown

CompatilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter

Quem diria que chegaríamos no episódio 20? Nesse episódio Caio Hansen, Sidney Rodrigues, e JP Moraes voltam ao formato 3em1 pra discutir todos os jogos de três franquias antológicas dos jogos de luta da SNK! Saiba qual a relação de Fatal Fury e Art of Fighting com Street Fighter e todas as curiosidades históricas inseridas em Samurai Shodown.

Ouça também:
Retrogeek Podcast #13 – Captain Commando, Cadillacs and Dinosaurs e Alien vs. Predator
Retrogeek Podcast #10 – Ristar, Aero the Acro-Bat e Sparkster (Rocket Knight)

Nosso Feedrss-cast
Nossa página no iTunesitunes-cast
Download do episódio em mp3


Arte da vitrine e edição:
Caio Hansen


Deixe seu comentário

  • Fala ai, Retrogeeks!

    Sou o Fábio, host do Pow de Cast.
    Acho que já comentei no podcast de vcs antes, mas não tenho certeza.

    Parabéns pelo podcast, muito informativo, interessante e nostálgico para nós “velhos” (hehehe) que adoramos os jogos mencionados.
    Quando vcs comentaram sobre o cabelo azul do Andy no anime de Fatal Fury, lembrei da minha indignação. Eu pensava: “Por que será que ele tinha o cabelo azul?! Não faz sentido…”

    Enfim, quando vcs falaram do “rixa” da Capcom/SNK e a criação do Dan Hibiki. Nesse momento me veio a mente um joguinho para o Neo Geo Pocket, o SNK vs. Capcom: The Match of the Millennium. No game podíamos https://uploads.disquscdn.com/images jogar com o Dan e usar o Haou Shokouken, peguei uma imagem pra vcs lembrarem ou conhecerem.
    https://uploads.disquscdn.com/images/23e6204b4ef87331b5612b50518f850425b3d612f185906fd9ba59c39fe68028.jpg

    Dai, fiz uma pequena pesquisa e o Dan pode usar a técnica no SFIV e no SVC Chaos.

    O podcast ficou completo, não senti falta de nada. Quis apenas compartilhar uma memória sobre algo que me da muita nostalgia.

    Um grande abraço e sucesso.

  • Ramon Gonzalez

    Caramba! Quanta informação!! Na época dos arcades, pelo menos onde eu morava, ninguém dava a mínima pra história, ainda mais em jogo de luta. E mesmo depois, quando joguei esses jogos em consoles, nunca liguei muito. Interessante sabe que tinha tanta coisa de plano de fundo. Ah, eu sempre gostei MUITO dos games da SNK e a considero uma das melhores produtoras de games que já existiu. Era uma das poucas que conseguia fazer frente à Capcom, numa disputa sadia para todos. Eu não sei se já comentei isso antes, mas tive um NeoGeo CD!! Quando o vi num hipermercado perto de casa fiquei doido!! Era o primeiro console que rodava apenas CDs e eu não resisti e comprei. Me lascava de verde e amarelo na espera dos loading eternos, mas ADORAVA os jogos. Viciei em Samurai Shodown III, e como era o mesmo jogo que tinha numas máquinas arcade perto de casa, eu ia direto pra lá só pra mostrar como eu era bom (hehehe!). Nossa, como eu curtia esse jogo… Estava acostumado a jogos mais “tradicionais” e ver personagens tão diferentes, gráficos tão bons e o uso de espadas e outras armas, pirei com as possibilidades e especiais desse jogo. Terminei várias vezes e achava a chefe final (algo como uma “deusa bizarra”) muito estranha e apelona. Depois acabei me arrependendo porque pouco tempo depois, no mesmo hipermercado, chegou o Sega Saturn, e algum tempo depois o PS1. De raiva acabei vendendo o NeoGeo CD. Como queria não ter feito isso!!!!! 😞 Um dia ainda espero poder comprar outro… Um abraço e parabéns pelo cast!